quinta-feira, 6 de agosto de 2015

O amigo de Adoniran

Contrariando o que disse o saudoso Adoniran Barbosa, cujo nascimento, em 1910, mais uma vez está sendo lembrado hoje, Arnesto nunca o convidou para um samba no Brás nem morava neste tradicional bairro boêmio paulistano, mas na Mooca, de acordo com o que se lê em Sobradão do Arnesto, música com a qual Nando Távora e Sonekka homenageiam Ernesto Paulella, o amigo que inspirou João Rubinato, o verdadeiro nome de Adoniran, a escrever seu famoso samba. Conheci o amigo do autor de Saudosa Maloca, Tiro ao Álvaro e Trem das Onze entre, se não me engano, 2003 e 2007, quando fui ao Centro Cultural São Paulo assistir a um musical em cujo fim ele foi apresentado pelos participantes, um deles um cinéfilo que frequentava um dos bailes a que eu costumava ir.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.