domingo, 31 de maio de 2015

Gosto por cozinhar

No último sábado, eu já estava de saída para encontrar minha esposa para fazer as compras de nossa despensa quando meu gosto por cozinhar me fez parar para assistir a uma reportagem sobre os restaurantes de “puertas cerradas” de Buenos Aires, assim chamados porque é na casa dos chefes de cozinha que os clientes são atendidos. Antes de ficar com água na boca só de olhar para todos aqueles pratos convidativos dos restaurantes da capital portenha, eu havia limpado uma panelinha de arroz, feito na hora, feijão e uma misturinha do dia anterior, convencido de que, se o próximo frango com quiabo que eu fizer ficar igual ao da primeira vez, baba, só mesmo a dos convidados, apressados para sentar-se à mesa. Em um estabelecimento de comidas argentinas perto da casa de minha sogra, onde minha esposa me esperava, só não comprei umas empanadas porque todos já havíamos almoçado e o preço delas era muito salgado para o meu bolso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.